Dificuldade em expressar sentimento

Sim, temos dificuldade em demonstrar nossos sentimentos, digamos que a nossa cabeça dura e racional pense:

“Já estamos ao seu lado, precisa de mais alguma coisa?”

Na real nós sabemos que precisa, mas na maioria das vezes somos extremistas, ou demonstramos ser sentimentais demais ou frios demais. Porventura quando liberamos esse nosso lado “sentimental” ficamos frustrados e mal humorados. Tudo isso pelo simples fato de estarmos demonstrando mais sentimento do que define como “certo” a nossa vã filosofia.

Não é porque não falamos dos nossos próprios sentimentos que não estamos investindo no relacionamento.

Quando somos mais novos fica muito mais fácil de expressarmos algum sentimento, pois ainda estamos sem cicatrizes. Com o tempo a vida vai nos impondo certas amarras, ficamos desacreditados e assim achamos que “ninguém” realmente mereça o nosso verdadeiro afeto.

Saibam valorizar um “gosto de você”, um “estou feliz de estar contigo” e não somente o nosso velho e escrachado “eu te amo”.

Acredite, precisamos de ajuda para expressar os nossos sentimentos, precisamos nos sentir a vontade e confiantes que vocês saberão reconhecer o que para nós é tão difícil de falar.

É horrível para um homem ser colocado contra a parede quando o assunto é sentimento. De duas uma, ou vamos mentir ou vamos falar o que você não quer ouvir. Então quando tivermos certeza do que sentimos iremos lhe falar e dessa forma garanto que o nosso “gosto de você” será muito mais valorizado, espontâneo e principalmente sincero.

Não é preciso dizer “eu te amo” para um relacionamento fazer sentido.

Homens são mais racionais e isso que dá o equilibro da relação. Existem relacionamentos em que a mulher é muito mais “macho” do que o próprio homem e na minha opinião os papeis não podem se inverter.

Assim acredito fielmente que os sentimentos foram feitos para serem diluídos durante o relacionamento. É como se fosse um chocolate bom, você não pode pegar e engoli-lo todo de uma vez, você tem que sentir o sabor e deixar “acontecer”.

Por fim termino com uma frase que poderia resumir todo o meu texto:

“Os homens de poucas palavras são os melhores.” William Shakespeare

Sobre Frederico Elboni

Pode me chamar de Fred. Chato e ranzinza por opção. Apaixonado pelo comportamento humano e suas facetas. Autor roteirista do Amor & Sexo da Globo. Apaixonado pelos conhecimentos empíricos da vida, sushi e nhá benta. Acredito fidedignamente na teoria que os sorrisos podem curar qualquer coisa. Agora, deixe-se envolver pelo blog e pare de olhar a minha cara de mamão. Ah, e autor do livro "Um sorriso ou dois".

Leia mais posts de Frederico Elboni Saiba mais sobre Frederico Elboni