Etapas do fim de um relacionamento

Um relacionamento termina, e ai como cada um se vira?

 

Mulheres:

Ainda não caiu a ficha: Ela não consegue dormir, não está acreditando que isso está acontecendo e assim fica procurando uma solução. Apesar de tudo ela ainda o quer e chorar é consequência do que o coração não consegue segurar.

Lema de vida: Eu nunca mais vou amar ninguém. Ela só sente um vazio e não prospecta muita coisa. Ela fica fria e não quer ver filmes, músicas ou saber de coisas relacionadas a sentimentos melodramáticos.

Sou linda e não sabia: Redescobrindo o Amor Próprio. Ela quer mais que o resto se exploda e sim viver a vida intensamente. Autoconfiança, quer sair, conhecer gente, sem se apegar a ninguém, provar como você é linda e ter a certeza de quem perdeu não foi você.

Não acredito que estou vivendo isso: Sem perceber aparece alguém na vida dela e ela lembra como era bom gostar de alguém. Ela se arrisca a sofrer tudo de novo e o outro? Fica no passado.

 

Homens:

Começar do zero: LIBERDADE! No começo ficamos com raiva, mas descontamos em bebidas e mulheres por ai. Ligamos para nossos amigos que havíamos “perdido” por causa do namoro e tentamos reconquistar os convites para sair. Queremos conhecer mulheres e matar a saudade da solteirice.

COMO EU SOU FELIZ: Saímos todos os dias e a pergunta que mais nos fazemos é: “Por que namorei tanto tempo?” Mulheres nos ligando, mensagens, conquistas e principalmente reencontrando o nosso poder de conquista.

Ruim com, pior sem: Já foi o que tinha que ser, virou rotina sair e você começa a cansar dessa vida. Você só quer alguém para conversar e falar como foi o seu dia de trabalho. Quando sai com seus amigos volta e meia seu assunto é sobre a sua “ex”.

Perdi um tesouro? Sinceramente as coisas estão sem graça e você começa a lembrar dela por qualquer coisa. Você começa a comparar todas as outras com ela, enxerga defeito em todas e vê como o orgulho nem sempre é o melhor caminho.

Obviamente existem vários casos e motivos totalmente diferentes desses, mas esse não deixa de ser uma “rotina” bem comum no fim de um relacionamento.

Sobre Frederico Elboni

Pode me chamar de Fred. Chato e ranzinza por opção. Apaixonado pelo comportamento humano e suas facetas. Autor roteirista do Amor & Sexo da Globo. Apaixonado pelos conhecimentos empíricos da vida, sushi e nhá benta. Acredito fidedignamente na teoria que os sorrisos podem curar qualquer coisa. Agora, deixe-se envolver pelo blog e pare de olhar a minha cara de mamão. Ah, e autor do livro "Um sorriso ou dois".

Leia mais posts de Frederico Elboni Saiba mais sobre Frederico Elboni