Como uma mulher pode demonstrar estar a fim?

“Quero chegar nele, mas não quero parecer vulgar, mas quero parecer a fim, mas também quero ser difícil, mas sou orgulhosa, mas estou gostando, o que eu faço?”

Para começarmos bem o texto quero dizer que acho super interessante mulheres que demonstram interesse, obviamente de forma simpática e pouco escancarada.

O primeiro passo é parar de pensar no que nós vamos pensar a respeito de vocês, até porque não pensamos metade do que vocês imaginam que nós pensamos. Nosso pensamento é limitado em: Gostamos de você ou não.

É muito importante preparar o terreno, dê deixas mas nunca uma certeza. Se ele chegar para conversar com você leve o assunto e retribua as perguntas, sempre sutilmente mas não deixe a peteca cair. O segredo é o contato visual, tanto para nós homens como para vocês mulheres. Com um olhar você pode dizer tudo, seja delicada, sutil e o cara vai saber o que fazer.

“Tá, e se ele não souber?”

Existem duas saídas para ele não ter percebido: Ele não te achou atraente ou ele é um banana. Dentro disso vai de você descobrir como “desdobrá-lo” e saber até onde você pode ir ou não.

“Ei, você ainda não entendeu que não quero parecer atirada?”

Você vai demonstrar interesse e não dançar na frente da porta do banheiro masculino esperando ele sair. Relaxa, nossa como essa palavra deveria ser inserida no dicionário de todas vocês “RELAXAR”.

Sabe quais são as mulheres que se dão bem nesse quesito? Aquelas que pouco se importam para o que os outros vão pensar, obviamente com um pingo de bom senso, mas de qualquer forma sem se importar com os julgamentos que a sociedade fará. Até porque você fazendo ou não a sociedade vai te julgar e vai achar um defeito em você.

Já que entramos nesse mérito vou abrir uma coisa a vocês. Sabe, nós seres humanos temos muitos preconceitos, com tudo, mesmo sem conhecer. Ai você vê um cara e uma mulher com uma saia curta na balada e pensa “Piriguete”, você vê alguém com óculos escuros no shopping e pensa “Idiota”. E ai eu penso, quem somos nós para julgar? E se essa mulher de saia curta estiver com o marido e ele gostar que ela se vista assim? Não é um direito deles? E se o cara de óculos escuros tiver esquecido o óculos de lente no carro? Ele vai ter que voltar lá para buscar só para você não achar ele um “Idiota”? É difícil aceitar mas poucos conseguem mudar, até porque isso na maioria das vezes é automático.

Além disso existem dois “truques” que na maioria das vezes funcionam, mas não levem isso como uma verdade absoluta em todos casos:

Entenda que é melhor você cortá-lo do que deixar ele te cortar. Digo, se você sente que está falando e ele não te corresponde e nem “volta” com as perguntas, antes que ele te diga “Ok, vou ter que sair, beijos” chega e fala você “Tudo bem então, vou indo, até”. Outra coisa é o “gelo” da saudade, você fala com a pessoa um dia, na próxima vez dê um “intervalo” até falar de novo, esse meio tempo nos faz pensar um pouco e ainda não demonstra afobação da sua parte.

Sinceramente não é do meu perfil intitular regras de conquista, acho que cada um tem o seu momento, o seu jeito e o seu charme mas de qualquer forma essas são dicas gerais que se usadas de forma natural transmitem mais segurança da sua parte.

Em geral seja sutil, você pode muito bem demonstrar estar a fim mas sem deixar nenhuma prova contra você. Mantenha seu charme, mantenha a sua postura e principalmente:

Não entregue o ouro de bandeja, só dê pistas de onde ele poderá estar.

Sobre Frederico Elboni

Pode me chamar de Fred. Chato e ranzinza por opção. Apaixonado pelo comportamento humano e suas facetas. Autor roteirista do Amor & Sexo da Globo. Apaixonado pelos conhecimentos empíricos da vida, sushi e nhá benta. Acredito fidedignamente na teoria que os sorrisos podem curar qualquer coisa. Agora, deixe-se envolver pelo blog e pare de olhar a minha cara de mamão. Ah, e autor do livro "Um sorriso ou dois".

Leia mais posts de Frederico Elboni Saiba mais sobre Frederico Elboni