Ricardo Coiro

Ricardo Coiro

Vive entre o soco e o sopro. Morre de medo do morno e odeia caminhar em cima do muro. Acha que sensibilidade é coisa de macho e que estupidez é atitude de frouxo. Nunca recusou um temaki ou um café. Peca todo dia. Autor do livro Confissões de um Cafamântico.

Confira 147 posts de Ricardo Coiro

Toda relação tem um picles

Enquanto a água quente colidia contra minhas costas, eu pensei em pedir para que ela tentasse ser uma pessoa mais bem-humorada de manhã. Porém, […]

Pedir tempo é covardia

Engana-se, redondamente, quem pensa que os covardes são, somente, os seres que batem em gente de óculos e que roubam o lanchinho de crianças […]

Amar é ceder

Ela ama as músicas do Roupa Nova, e eu, apesar de achá-las tão emocionantes quanto os programas da TV Senado, somente para fazê-la feliz, […]

Namore um homem que…

Namore um homem que bem antes das suas vizinhas invejosas – e até em dia de final de campeonato! – vai reparar em seu […]

Nosso amor não enferruja

Ela coloca sete gotas de adoçante no fundo de um copo americano, despeja café até quase a boca, mexe com uma colherinha enferrujada e […]

Relacionamento é coisa séria!

“E aí, irmão, como você está?”, eu perguntei a um amigo que, felizmente, reapareceu em minha vida. E ele, depois do tradicional “Estou bem!” […]